terça-feira, 17 de agosto de 2010

O Homem é Carnívoro, onívoro, ou vegetariano?


Este é um tema que dá pano-para-mangas. Porém, não vou aqui defender qualquer uma destas prespectivas, apesar de ser vegetariano há 10 anos.


Vc segue uma dieta vegetariana? Sente-se bem? Boa! Continue assim!


Vc segue uma dieta onívora? Sente-se bem? Boa! Continue assim!


Vc segue uma dieta carnívora? Sente-se bem? Boa! Continue assim!


O quê??? Estarei eu com receio de defender alguma das partes? Nem por isso. Com certeza, se eu defendesse fosse que parte fosse, muitos encontrariam 1001 argumentos para justificar opiniões contrárias... e isto seria chato demais, havendo a possibilidade de criar alguns melindres. No entanto, se não se sente bem, se a sua saúde está debilitada, o seu ventre está inchado, está magro demais, está cansado demais, dormindo demais, insônio demais, ou qualquer coisa não está bem com a sua saúde, lembre-se que 45% das nossas doenças começam com modos incorretos de nos alimentarmos. Os outros 45% advém de sentimentos destrutivos que levam a comunicações desequilibradas, dando origem a visões de vida negativas, que levam a precepções equivocadas da realidade, que levam a erróneas interpretações sobre as pessoas e os acontecimentos. Os outros 10% correspondem a desastres, acidentes, envenenamentos, intoxicações, etc.
No entanto, sugiro que os vegetarianos procurem se informar quais são os argumentos dos comedores de carne e que os comedores de carne procurem ouvir o que os vegetarianos têm para dizer. Afinal, profissionalemente, existem nutricionistas que defendem o uso da carne e existem nutricionistas que defendem o vegetarianismo. Como é que uma mesma ciência possui dois lados tão antagónicos?
Erguendo uma visão mais pessoal, essencialmente, acredito que é preciso viver em paz e não proporcionar sofrimento, seja a quem, ou, ao que fôr. Com isto, acredito que o vegetarianismo é a melhor opção, tanto a nível de não proporcionar sofrimento, quanto a nível de saúde do organismo. Isto não quer dizer que o vegetariano não fique doente, principalmente, tendo em conta a proporção de poluição existente em tudo: no ar, na água, nos alimentos, etc. Movimentos mal executados repetidamente também são razão para graves problemas ao nível muscular e da coluna. E sentimentos corrompidos, ou visões de vida desequilibradas, como já referi, também são motivo para supostas doenças graves e muitas vezes mortais, como por exemplo, o cancro (brasileiro, cancer).
Firmando a Luz, a Paz e o Amor em nossos Corações, alcançaremos a cientificação e seremos dignos da Saúde Perfeita, já nos ensinou o maior naturolgista de que tenho conhecimento.

10 comentários:

Diogo disse...

Meu caro,

Eu estou quase vegetariano. Ao almoço, normalmente, como um prato com vários ingredientes à escolha, mas sobretudo massas, vegetais vários e queijo. Também janto muitas vezes apenas fruta. Mas ontem fui jantar fora e comi um bife.

Daniel Simões disse...

Diogo,

com certeza que a sua pegada ecológica diminuiu muito desde que começou a alimentar-se assim.
Nós somos cientistas, laboratórios e objectos de estudo, tudo em um só. É o 3 em 1.
Nada como a pessoa diminuir progressivamente o consumo de carne observar como se sente emocionalmente, como reage o seu organismo e como funciona a sua mente em tais condições.
Pessoalmente, verifiquei imensas melhorias em várias áreas da minha vida a partir do momento em que comecei a retirar os produtos de origem animal da minha alimentação. Hoje ainda não me alimento da maneira que quero, mas hei-de lá chegar: ainda consumo produtos de origem láctea, os quais, nada mais são do que composições químicas à base de leite.
Mas é assim mesmo: vamo-nos aperfeiçoando aos poucos dentro da visão de perfeição que cada um consegue enxergar.

Bem Haja!

Vegetarianos para um mundo melhor. disse...

Daneil Simões,

Eu sou vegetariano a 1 ano, mas na realidade, há somente 2 meses. Pois descobri a 2 meses que queijos, chocolates, margarina e algums outros alimentos possuem coalho animal ( Que se retira do estomago de bovinos, os mesmos são abatidos para retirar esse coalho ) ou o soro do leite ( Que é o caldo da mistura do leite com o coalho animal ). Ou seja, já retirei quase todos os alimentos de origem animal, porém ainda ingiro ovos caipiras, e um dia pararei com o mesmo.
Bom, Não sei se você sabia sobre o coalho, mas está aí, caso não saiba.
Até mais. E Ótimo post.

giorgio disse...

Sou vegetariano a 15 anos. Decidi isso sem uma motivacao precisa, fou um istinto. Depois encontrei muitas motivacoes a esta escolha istintiva. A mais importante e que para comer carne precisa matar algum animal, isso nao gosto. Assim como nao gosto de como os animais sao criados e alimentados e matados. No meu trabalho eu tive muitas ocasioes para ver como isso acontece. Concordo com usted em relacao as escolhas : cada um come o que prefere, se isso para ele e bom, tudo bem. Alem disso nao tenho nada com quem prefere comer carne. A minha e uma escolha pessoal. Tem indicios fisiologicos e morfologicos a sustenho da tesi que o homen e mais vegetariano que carnivoro: em primeiro lugar ele cozinha a carne , nao a come crua como faria uma Tigre por exemplo; depois o sistema de masticacao, mais similar aquilo de um erbivoro; assim como o sistema digestivo, mais longo 4 vezes do sistema de um carnivoro; o ph do intestino umano e basico e nao acido como aquilo de um carnivoro, nos cozinhamos alguma carne (carpaccio) com acidos (limao), sem falar do custo ecologico da criacao do gado e dos animais em geral pela alimentacao hmana. Poderia alegar muitas outras consideracoes a favor da alimentacao vegetariana humana, assim como algum "carnivoro" poderia portar as suas razoes pela sua escolha. Acho que nao tem uma razao unica, e uma escolha pessoal. Enfim gostaria de dizer que , na minha opiniao, a carne nao e necessaria ao homen para viver, e assim como o sal, o acucar, o alcool, a gente gosta entao e um esigencia edonistica, nao esistencial.
Desculpem o meu portogues, eu sou italiano.
Saludos.
Giorgio

Daniel Simões disse...

Ao "Veterianos para um mundo melhor":

não sabia disso em relação ao queijo. Eu morei na Holanda alguns anos e lá fazem a mesma coisa. Pensei que aqui no Brasil não fizessem. Em Portugal, penso eu, não fazem... mas vai-se lá ter a certeza!

Ao Giorgio:

entendi o senhor perfeitamente. Claro uqe o homem não precisa de carne para viver. Aliás, todo o planeta ficaria muito melhor se maior parte da população deixasse de comer carne. É uma das grandes causas de destruição ambiental e de fome no mundo. Uma civilização mais evoluida não trata assim os seus animais, nem os come. Todas as religiões mostram seus deuses, santo e profetas sendo amigáveis e dóceis com os animais... logo, alguma coisa não está certa na aitude das pessoas.

Paula disse...

Giorgio. Antes de mais nada, o seu português está melhor do que o de muitos brasileiros, salvo os erros de ortografia, é claro.

E quanto à questão do queijo, nem todos utilizam o coalho. Vai de pesquisar a forma de produção.

Segue link sobre queijos:

http://www.queijosnobrasil.com.br/queijos-lacto-vegetariano.html

Daniel Simões disse...

Paula, como esta postagem é antiga não sei se o Giorgio lerá essa sua tão boa informação. Envie para o e-mail dele: giopizzolini@gmail.com . Abraços!

morgana kelly disse...

A Paula que me desculpe, mas também não precisamos de leite animal - ainda mais cheio de pus como são todos os industrializados - do qual se fabrica os queijos (com quimosina ou renina).
A questão nem é somente comer carne ou queijo coalho e sim, "Quanto tempo de vida você quer ter sem apresentar sintomas das mais diversas doenças advindas do consumo de alimentos de origem animal?"

Há excelentes queijos feitos a partir das castanhas (qualquer uma delas)e não precisa de nenhum coalho! Basta pesquisar e se informar!
Muita luz a todos!

morgana kelly disse...

A Paula que me desculpe, mas também não precisamos de leite animal - ainda mais cheio de pus como são todos os industrializados - do qual se fabrica os queijos (com quimosina ou renina).
A questão nem é somente comer carne ou queijo coalho e sim, "Quanto tempo de vida você quer ter sem apresentar sintomas das mais diversas doenças advindas do consumo de alimentos de origem animal?"

Há excelentes queijos feitos a partir das castanhas (qualquer uma delas)e não precisa de nenhum coalho! Basta pesquisar e se informar!
Muita luz a todos!

morgana kelly disse...

A Paula que me desculpe, mas também não precisamos de leite animal - ainda mais cheio de pus como são todos os industrializados - do qual se fabrica os queijos (com quimosina ou renina).
A questão nem é somente comer carne ou queijo coalho e sim, "Quanto tempo de vida você quer ter sem apresentar sintomas das mais diversas doenças advindas do consumo de alimentos de origem animal?"

Há excelentes queijos feitos a partir das castanhas (qualquer uma delas)e não precisa de nenhum coalho! Basta pesquisar e se informar!
Muita luz a todos!