terça-feira, 7 de setembro de 2010

Casa Pia: o sistema judicial português nas mãos da maçonaria

Nesta corajosa entrevista, feita por José Maria Martins à TVI portuguesa, este denuncia as influências da maçonaria nacional e internacional no processo de pedófilia da Casa Pia envolvendo as mais altas instâncias da sociedade portuguesa. Entretanto, Catalina Pestana, "nomeada provedora nos finais de 2003", abandonando o cargo em 11 de Maio deste ano por aposentadoria, declara acreditar que o julgamento do caso de pedofilia envolvendo alunos da instituição está a demorar "porque era preciso" aguardar por leis penais alegadamente mais brandas, referindo-se aos novos Códigos Penal e de Processo Penal, que entraram em vigor a 15 de Setembro."
Quem teria tanto poder para fazer o sistema judicial português atrasar um processo tão exposto perante a opinião pública?

De seguinda, transcrevo uma Carta Aberta enviada à Procuradoria Geral da República por José Maria Martins, onde, entre outras coisas, este relata a influência da maçonaria e do PS (Partido Socialista - o partido da maçonaria, por excelência) em todo o desenrrolar do processo e de como certos e poderosos indivíduos não foram, sequer, formados arguidos, quando haviam imensas provas para o fazer. É de notar que o PS e o PSD (Partido Social Democrata) são os únicos partidos políticos que ocupam as cadeiras de poder desde 25 de Abril de 1974, após o ilusório fim da ditadura.
Por fim, será que a Censura de Blogues no Brasil não me deixará falar sobre este tipo de assuntos em tempos de (Deus queira que não cheguem) omissão e censura de opinião pública através de controle total da internet?

Eis a Carta Aberta à Procuradoria Geral da República, de José Maria Martins:

"TERÇA-FEIRA, FEVEREIRO 10, 2009
Carta aberta ao Procurador Geral da República

Exmº Conselheiro PGR

Quero dizer-lhe que não gosto do seu desempenho enquanto Procurador-Geral da República.

O senhor é uma pessoa da confiança do Partido Socialista, e segundo julgo saber, um homem da Maçonaria, do GOL. A sua conduta no processo “Freeport” deixa-me muitas reservas.
Comunicados sucessivos, onde se nota uma tendência socialista. O que não é normal em qualquer Estado da União Europeia. Como sabe, eu represento o Povo – aqueles indivíduos que vos dão de comer, que vos fazem as casas, os computadores, que vos pagam o salário – no Processo Freeport. Com o devido respeito, penso que V. Exª se se demitisse tiraria de cima de muitos portugueses preocupações. Gostaria que o PGR fosse estrangeiro. Admito frontalmente que não tenho confiança em V. Exª. Perdoar-me-á, mas creio que só se Portugal tiver pessoas fora do sistema de partidos portugueses poderá evoluir. Repare V. Exª que a Directora do DCIAP não me indicou o nº do inquérito do Freeport, senão 20 dias depois de eu o ter pedido!!!
Em contraste com todos os países estrangeiros onde advogo, que logo que ligo de Portugal, usando o meu inglês rudimentar , o francês escolar, o italiano fraco ou o espanhol aportuguesado, para não falar do árabe , logo me informam via telefone de tudo, se prestam a receber-me, me mandam mensagens, me respeitam!!!
Portugal está na lama! O PS controla tudo!
A PGA Drª Candida Almeida indicou-me ontem o número do processo, depois de eu o ter pedido em 20 de Janeiro de 2009!!! Indicou-me quando sabia que eu já não precisava , pois tinha entregue requerimentos para a constituição de assistente do meu cliente no caso ”Freeport” e feito requerimentos a pedir a constituição de equipas mistas, luso-britânicas , para a investigação. Nem no Burkina Faso isto era aceitável!!! Num processo em que qualquer pessoa se pode constituir assistente, seja o índio da Amazónia, seja o aborígene da Austrália, o esquimó do Alasca, ou o agricultor da mais recôndita província chinesa! Portugal vive na Idade Média, agarrado a esquemas mentais que o têm afundado e desmerecido na comunidade internacional. É uma vergonha o que se tem passado em muitos processos que envolvem pessoas com poder político.
O processo contra o professor de José Sócrates [1ºministro português (nota do bloguista)] esteve anos e anos a fio sem ter conclusão. O que fez V. Exª para que esta situação se alterasse? O Bastonário da Ordem dos Advogados anda a falar e a ofender tudo e todos e o que fez a PGR? Nada! Por acaso V. Exª já mandou abrir um inquérito tendente a apurar os crimes cometidos pela Ordem dos Advogados no caso Casa Pia? Advogados nomeados pela Ordem dos Advogados para as vítimas e para a Casa Pia?! Vivemos no Estado Novo , Sr. PGR? Porque é que o Mº Pº impediu a prisão de Carlos Cruz e outros, quando foram mandados prender? Alguma vez tinha antes agido assim na Boa Hora? Diga-me, esclareça-me o número do processo, senhor Procurador–Geral da República! Porque razão a PGR indicou o Dr Aibéo para ser o Procurador no caso Casa Pia? Esclareça os portugueses! Quando ele não era o Procurador da Vara? O que fez a PGR quando o processo casa Pia se arrasta há mais de 4 anos? Com apenas 7 arguidos!? A PGR já pensou em investigar os crimes denunciados pelo Bastonário da Ordem dos Advogados e imputados a membros dos conselhos distritais? Gostaria, Sr. PGR, enquanto advogado, enquanto cidadão português, que V. Exª esclarecesse os portugueses porque motivo não manda investigar as condutas de membros da Ordem dos Advogados, que manobraram, manipularam o caso Casa Pia! A PGR tem medo do poder desses advogados e escritórios do regime socialista/socialdemocrata? E gostaria que V. Exª esclarecesse os portugueses se está a ser pressionado pelo Poder Político no caso Freeport! Porque , como V. Exª sabe, Portugal está na lama a nível internacional, o Poder Político, via Maçonaria e PS , domina o Poder Judicial. Por exemplo , seria bom ver o PGR a mandar abrir processo crime contra Marinho Pinto, depois de inúmeras noticias sobre o caso Joana! O PGR não pode ter medo do PS , nem pode ter medo da maçonaria. Actue , Sr. PGR, porque o Bastonário da Ordem dos Advogados está a ofender tudo e todos e a PGR ou tem medo do Bastonário e do PS ou então está desatenta. Quem , como o Bastonário, que recebeu 36,00 € por uma consulta ao assistente do processo Freeport, e não teve coragem de o defender em Cantanhede, não pode estar a ofender magistrados e colegas impunemente. Tenha coragem Sr. Procurador-Geral da República, mesmo que tenha sido nomeado pelo PS, porque a honra e a vergonha, a verdade e a justiça não estão sujeitas a transigências.
O Mundo está de olhos em nós!

Cumprimentos,
O cidadão português. (com honra e vergonha)
José Maria Martins
Advogado"

5 comentários:

Rui Bandeira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rui Bandeira disse...

Daniel Simões:

Caso não tenha reparado, o blogue A Partir Pedra é escrito por maçons da Loja Mestre Affonso Domingues, da Grande Loja Legal de Portugal/GLRP, que se integra na Maçonaria Regular.

A Maçonaria Regular nada tem a ver com o GOL - Grande Oriente Lusitano ou com qualquer estrutura partidária, como bastas vezes esclarecemos no A Partir Pedra.

O Daniel Simões ou ainda não percebeu a diferença, ou não quer perceber. Por mim, a única resposta que julgo adequado dar é que "o pior cego é o que não quer ver, o pior surdo o que não quer ouvir, o pior néscio o que não quer aprender".

Daniel Simões disse...

Realmente, sr. Rui Bandeira, ainda não me tinha apercebido. Sinto muito pelo equívoco!

Retificarei o post, mas deixarei estes nossos comentários.

Bem haja

Diogo disse...

Há muita coragem em José Maria Martins.

Daniel Simões disse...

Com certeza Diogo!!! Como é que este homem ainda está vivo eu não sei!!!