domingo, 7 de novembro de 2010

Mario Savio "The Machine Speech" on The Sproul Hall Steps, December 2, 1964

"There is a time when the operation of the machine becomes so odious, makes you so sick at heart, that you can't take part; you can't even passively take part, and you've got to put your bodies upon the gears and upon the wheels, upon the levers, upon all the apparatus, and you've got to make it stop. And you've got to indicate to the people who run it, to the people who own it, that unless you're free, the machine will be prevented from working at all!"
"Há um momento em que o funcionamento da máquina se torna tão odiosa, que te faz tão mal ao coração, que não podes mais fazer parte [dela], não podes mesmo participar de forma passiva e tens que colocar o teu corpo em cima dos engenhos e sobre as rodas, em cima das alavancas, em todos os aparelhos e tens que fazê-la parar. E tens que indicar para as pessoas que a executam, para as pessoas que a possuem, que, a não ser que sejas livre, a máquina será completamente impedida de trabalhar! "



Nenhum comentário: