domingo, 23 de dezembro de 2012

Portugal - Demissão do Governo não é Solução


LEIAM, POR FAVOR:
O POVO PORTUGÊS PRECISA ESTUDAR, precisa despertar para a verdadeira realidade política de Portugal. Sei que maior parte não vai conseguir ler este texto todo porque, simplesmente, não está verdadeiramente a querer despertar... mas acredito que muitos o irão fazer e acordar para a realidade maior. Precisamos aprender para onde devemos direcionar os nossos esforços. Uma revolução não se faz só com manifestações, mas, acima de tudo, com muito estudo, pesquisa e conversa com outros estudiosos e pesquisadores. Vou procurar ser bem objectivo:

A DEMISSÃO DO GOVERNO NÃO É SOLUÇÃO: existe um governo por trás do governo que cumpre uma Agenda Internacional à qual Portugal está subjugado. A própria Constituição Portuguesa aprovada em 25 de Abril de 1974 já foi criada para subjugar o país aos poderes multinacionais. Leiam com atenção:

ARTIGO 8.º  DA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
(Direito internacional) 

1. As normas e os princípios de DIREITO INTERNACIONAL geral ou comum fazem parte integrante do direito português.

2. As normas constantes de CONVENÇÕES INTERNACIONAIS regularmente ratificadas ou aprovadas VIGORAM NA ORDEM INTERNA após a sua publicação oficial e enquanto VINCULAREM INTERNACIONALMENTE o Estado Português.

3. As normas emanadas dos órgãos competentes das ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS de que Portugal seja parte VIGORAM DIRECTAMENTE NA ORDEM INTERNA, desde que tal se encontre estabelecido nos respectivos tratados constitutivos. 

Porque é que a elite internacional precisa que Portugal esteja subjugado ao nível Constitucional? Porque, tal e qual como a base americana, Pearl Harbor, no meio do Oceano Pacífico é estrategicamente indispensável ao imperialismo de guerra - a meio caminho entre os EUA e o Oriente (China, Rússia, Japão, etc.) - a Base das Lajes, nos Açores, também o é, porque fica a meio caminho entre a América do Norte e o Médio Oriente. Não podemos esquecer a nossa verdadeira história:

O FIM DA DEMOCRACIA

Enquanto isso, Portugal continental está dentro da mesma agenda de toda a Europa: a instauração do caos social e econômico irá levar a violência para as ruas e justificar a implementação de tecnologias de controle absoluto sobre as populações, os animais e as mercadorias. E não só isto, mas por agora, dentro do assunto aqui abordado, é o quanto basta saber!

O Cérbero desta Agenda Internacional encontra-se no CFR – Council on Foreigner Relations dos Estados Unidos:

De lá, as directrizes são enviadas para Portugal, essencialmente, através do Grupo de Bilderberg:

onde o ex-primeiro ministro Francisco Pinto Balsemão (detentor de mais de 80% da comunicação social em Portugal) é o anfitrião permanente dos convidados portugueses:
PRT Balsemão, Francisco Pinto President and CEO, IMPRESA; Former Prime Minister

Na Europa, todos aqueles que vão governar, participam (antes das eleições e das campanhas políticas) nas reuniões deste grupo, ou seja, antes de serem eleitos. O povo português e o povo europeu precisam compreender que não são eles que estão a escolher os seus líderes através dos chamados ‘processos de eleição democrática’, mas que aqueles que os governam são escolhidos em reuniões multinacionais corporativistas muito antes das campanhas eleitorais sequer começarem! Para haver mudanças positivas, vivificantes e boas em Portugal, o povo português precisa despertar para estas realidades!
Mas porquê tudo isto, afinal?
(tudo o que vou falar de seguida pode ser comprovado e estudado através dos links OFICIAIS que irei fornecendo)
Porque existe uma elite global que está a criar, desde há algumas décadas, um Governo Mundial, uma Nova Ordem Mundial. Grande parte dos mecanismos deste governo já está instaurada e já está em vigor, como, por exemplo, a O.N.U., a Agenda 21, etc.

David Rockfeller, um dos homens mais poderosos e ricos do mundo, escreve em sua autobiografia:

"Por mais de um século extremistas ideológicos, em ambos os extremos do espectro político, têm aproveitado bem divulgados incidentes, como o meu encontro com Castro, para atacar a família Rockefeller sobre a excessiva influência, alegam, que exercemos sobre instituições políticas e econômicas americanas. Alguns até acreditam que fazemos parte de uma cabala secreta trabalhando contra os melhores interesses dos Estados Unidos, caracterizando a minha família e eu como 'internacionalistas' e de conspirarmos com outros ao redor do mundo para construir uma estrutura política e econômica global mais integrada - um mundo, se você quiser [uma nova ordem mundial]. Se essa é a acusação, eu sou culpado, e estou orgulhoso dele. (...) Somos gratos ao Washington Post, The New York Times, a revista Time e outras publicações cujos diretores têm participado dos nossos encontros e respeitado as suas promessas de discrição por quase 40 anos... teria sido impossível para nós desenvolver o nosso plano para o mundo se tivéssemos sido sujeitos a luzes da publicidade durante esses anos. Mas, o mundo agora está mais sofisticado e preparado para marchar rumo a um governo mundial. a soberania supranacional de uma elite intelectual e banqueiros mundiais é certamente preferível à autodeterminação nacional praticada nos séculos passados."

É a ignorância que está a fazer o povo português sair para a rua a exigir a demissão do governo. Mudar o governo não vai mudar nada! Quando o povo compreender o sistema em que está inserido, compreenderá que não é a mudança de governo a solução, mas sim (e leiam com atenção):

- a expulsão de todos os indivíduos e famílias que estão a vender o país, a vender as famílias portuguesas e as próprias almas a interesses internacionais alheios aos da nação
- a completa revisão da Constituição Portuguesa

O sistema vigente não funciona mais! É preciso mudar tudo! Como? Precisamos falar sobre isso, todos nós... estudar e ler muito... até encontrar a solução! Precisamos sair para as praças e trocar ideias. Uma revolução não se faz só com manifestações, mas, acima de tudo, com muito ESTUDO, PESQUISA e CONVERSA com outros estudiosos e pesquisadores. 

Links importantíssimos para que possam comprovar tudo o que aqui falo e para que possam estudar por vocês próprios:

O CFR - COUNCIL OF FOREIGNER RELATIONS ADMITE ESTAR A TRABALHAR NA CONSTRUÇÃO DE UM GOVERNO GLOBAL
O CFR criou o IIGG - International Institutions and Global Governance

Acerca do Governo Mundial podemos ler:
"O desafio de uma Governança Global nunca foi tão imperitivo e tão difícil de realizar."

Devido a tal dificuldade, o IIGG lançou o programa Monitor de Governança Mundial. Este é constituído por vários serviços (os quais podem ser identificados no link anterior). Este programa admite frontalmente que:

"Esperamos que, ao acompanhar o desempenho do mundo agora, nós possamos ajudar os decisores políticos dos EUA e internacionais, a identificar lacunas existentes nos regimes globais e propôr novas instituições, ou parcerias, para preenchê-las."

“identificar lacunas existentes nos regimes globais e propôr novas instituições ou parcerias para prenchê-las”... e não é extamente isto mesmo que está a acontecer no Médio Oriente (com maior intensidade) desde 11 de Setembro de 2001? Por trás de um discurso politicamente correcto escondem-se metodologias hegelianas que visam de forma violenta e opressora, o totalitarismo, o imperialismo mundial. Para termos idéias mais claras sobre os objectivos do CFR, o Grande Cérbero da Nova Ordem Mundial, podemos estudar os seguintes links:

CFR Symposium: Rising Powers and Global Institutions in the Twenty-First Century

o qual que inclui:

- Global Economic Governance: Progress and Prospects in the G20, International Monetary Fund, and World Bank
- Global Security Institutions: The Nonproliferation Regime

Entre os programas do CFR encontramos:

- Programa África

- Programa Ásia

- Programa Europa

- Programa Médio Oriente

- Centro de Acção Preventiva

- Iniciativas de Sociedade Civil, de Mercados e de Democracia

- Iniciativas de Conflito e Segurança

- Segurança Energética e Mudanças Climáticas

ALGUNS TÍTULOS NO CFR - COUNCIL ON FOREIGNER RELATIONS:

O FUTURO DE UMA ORDEM MUNDIAL LIBERAL - INTERNACIONALISMO DEPOIS DA AMÉRICA

OBAMA NA ÍNDIA: TESTANDO A NOVA ORDEM MUNDIAL, COMEÇANDO PELO CONSELHO DE SEGURANÇA

GOVERNANÇA GLOBAL DA SAÚDE NUM MUNDO G-20

WASHINGTON POST: NEGOCIAÇÕES CLIMÁTICAS DE COPENHAGEN MOSTRAM QUE A NOVA ORDEM MUNDIAL PODE SER LIDERADA PELOS E.U.A. E CHINA

A SUBIDA E A QUEDA DO ORDEM MUNDIAL BRITÂNICA E AS LIÇÕES PARA O PODER GLOBAL

"A NOVA ORDEM MUNDIAL"

NOVA ORDEM MUNDIAL: NÃO É SÓ UM QUE GANHARÁ

OPINIÃO MUNDIAL NOS PRINCIPIOS GERAIS DA ORDEM MUNDIAL

A NOVA ORDEM MUNDIAL

Luz na Consciência, 
Paz no Coração 
e Amor em tudo o que fazemos
Daniel Simões

Nenhum comentário: