segunda-feira, 27 de maio de 2013

A Prisão Mental


"3 ingredientes para a sociedade de consumo diabólico:
publicidade que cria o desejo de consumir, 
o crédito que fornece os meios para consumir 
e a obsolescência acelerada e programada dos produtos que renova a necessidade". 
Serge Latouche

Este movimento demoníaco está a ser continuamente alimentado pela população em geral, devido à educação condicionada a que é sujeita desde a mais tenra idade e cujo o objetivo não é educar, mas, sim, criar consumidores, pessoas inteligentes o suficiente para carregar nos botões que mantém a máquina do sistema a funcionar... e isto sem interrogar o 'porquê' e o 'como' do funcionar da própria máquina. O sistema educacional que hoje nos é injectado, é baseado na COMPETIÇÃO e na ACUMULAÇÃO e são estes os dois valores que acompanham o indivíduo toda a sua existência terrena, moldam a sua visão de vida, e determinam as suas escolhas. Estes mesmos princípios isolam a família do resto da sociedade contra a qual ela acredita ter de competir para sobreviver. São estes dois princípios que definem o que é o sucesso, resumindo-o à quantidade de material e de prémios e reconhecimentos sociais que o indivíduo consegue acumular. Este sistema educacional - financiado e fundado pelas mesmas corporações que destroem o meio ambiente, geram os empregos e criam a cultura consumista - o que este sistema mais teme são os filósofos, os livres pensadores, os artístas livres e os sonhadores, pois, nestes, existe a visão desperta e a capacidade de despertar outros indivíduos para a realidade civilizacional em que se encontram. Basta inverter aqueles dois princípios educacionais (a competição e a acumulação) e substitui-los pelos seus inversos (o auxílio ao próximo e a partilha) e teremos seres humanos e uma sociedade completamente diferente, mais positiva, mas construtiva, mais vivificante, mais pacífica, mais justa e boa!

5 comentários:

Anônimo disse...

Era exactamente isto que Che Guevara (e muitos outros notáveis comunistas) apregoava. A história do comunismo mostra o que aconteceu nessas "utopias".

Daniel Simões disse...

Prezado Anônimo,

compreendo essa tendência de qualificar tudo dentro uma qualquer ideologia como um vício mental que o ser humano adquiriu ao longo da história. Uma das grandes táticas da elite imperialista é dividir para conquistar... e a humanidade está dividida em 1001 conceitos, 'ismos' e 'logias', religiões e partidos políticos.
Porém, ideias construtivas e positivas que visam o equilíbrio do ser humano como ser civilizacional com a Mãe Natureza e consequentemente com a própria saúde física, psicológica, espiritual e social das pessoas, não precisa enquadrar-se, forçosamente, dentro de uma qualquer classificação. Melhor é procurarmos encontrar uma forma boa de nos unirmos todos na construção de um mundo melhor... e isso só é possível com uma educação que crie seres humanos livres! Muitos têm medo desta ideia: liberdade! Isto porque "Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará"... e como muitos não querem que sejamos livres, fazem de tudo para que não descubramos as verdades inerentes ao mundo que nos rodeia. Pessoalmente, sonho com isso... "and I'm not the only one!"

Daniel Simões disse...

Considere-se: liberdade não é libertismo, nem falta de bom senso!

Aldo Luiz Fonseca disse...

Caro Daniel, enfim estamos vivendo a "tal" república de Platão... Exclui os filósofos e os artistas enquanto enaltece os militares. O argumento dele é não poder governa-se com a existência dos primeiros. Talvez por isto tenha deixado seu testemunho sobre o imortal Sócrates.
Dessa forma, olhando as "utopias" do anônimo, lembro que concluí recentemente que: todas as utopias humanitárias são concessões táticas dentro da milenar estratégia escravagista.
Liberdade é sermos 100% responsáveis por tudo o que está em nossas vidas de crenças e escolhas. Não há nada de errado com este planeta, o problema está em nossos egos imundos de programas escravistas em nome do medo de ser Responsavelmente Livre.

Sinto muito, sou grato.

Daniel Simões disse...

Precisamos de coragem, determinação e muita criatividade para continuar.
Luz, Paz e Amor também!